Campinas lança MBA em Gestão para 2016

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   8 de Dezembro de 2015

“Que outros setores da economia, além do mercado de seguros, têm o privilégio de pensar o próximo ano sob uma perspectiva de crescimento”? Com esse questionamento, o professor Marcos Torres Mendes, consultor especializado em Saúde Suplementar e palestrante convidado pela Escola, deu início à sua apresentação no evento de lançamento do MBA Gestão de Seguros e Resseguro em Campinas (SP), que aconteceu na quinta-feira, 26 de novembro (veja aqui as fotos).

Embora a expectativa seja positiva para todos os ramos do seguro, o professor concentrou-se em destacar os principais desafios para a gestão de planos de saúde de empresas, assunto em que acumula mais de 20 anos de experiência. Segundo o palestrante, os convênios coletivos respondem por 80% dos planos de saúde e geram uma receita anual de R$ 124,5 bilhões para as operadoras.

Entre as principais dificuldades enfrentadas pelas empresas de planos coletivos de saúde e que influenciam o custo repassado aos beneficiários, Mendes citou a transição epidemiológica - já que um em cada três brasileiros é portador de doenças crônicas -, a transição demográfica e etária, com o aumento da longevidade e a redução da população em idade economicamente ativa.

A transição tecnológica também foi apontada como um desafio, uma vez que as novas técnicas das indústrias médica e farmacêutica têm acarretado alto custo para tratamentos. As operadoras têm buscado algumas soluções para o impasse, como, por exemplo, a subsegmentação, na qual haveria um plano para cada doença, com custos de coberturas médicas diferenciados.

Outras possibilidades comentadas por Mendes seriam a operadora compartilhar os riscos com os prestadores de serviços de saúde ou a adoção de um sistema de franquia, no qual o beneficiário do plano coletivo tivesse coparticipação nos custos. Em prática, por enquanto, estão os programas de saúde ocupacional preventiva, que chegam a economizar de três a seis vezes o valor investido.

A palestra foi precedida por apresentação do coordenador acadêmico do MBA Gestão de Seguros e Resseguro, professor Sidney Dias, para quem as empresas têm investido fortemente em capital humano para lidar com esses desafios e vencer a concorrência. Sidney apresentou detalhes do curso, que abrange disciplinas instrumentais, de gestão e específicas do setor de seguros.

O MBA tem início previsto para 15 de abril de 2016, com aulas quinzenais às sextas-feiras e sábados. O investimento é de 24 parcelas de R$ 870,86, sendo que há convênios com entidades de classe e empresas específicas. Mais informações estão disponíveis no www.funenseg.org.br/mbas.

Outras Notícias