Centro de Pesquisa promove primeira atividade

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   23 de Outubro de 2014

Recém-criado pela Escola com o objetivo de gerar conhecimento e fomentar pesquisas sobre risco e a atividade de seguro, o Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES) promoverá, em novembro, o 1º Seminário de Pesquisa em Riscos e Seguro. O evento conta com a parceria do Centro de Pesquisas Aplicadas em Risco (CEPAR), também fundado recentemente, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Essa primeira edição terá como tema “Modelos de Avaliação de Provisões” e contará com a participação dos professores do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da UERJ, César Neves e Eduardo Fraga, e da assistente de pesquisa no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Luciene de Souza.

Os especialistas irão apresentar e debater um modelo baseado em princípios modernos de solvência para avaliação de provisões técnicas em planos tradicionais de anuidade. Também irão comentar modelo que utiliza micro dados para estimar a quantidade de sinistros ocorridos e não avisados no seguro DPVAT, comparando-o com outros modelos de previsão.

“Essa é a primeira iniciativa do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro, cuja proposta é aproximar academia e mercado na busca por soluções de subscrição e precificação de riscos, principalmente os relacionados a mudanças climáticas, demografia e trânsito, grandes desafios da nossa atualidade”, afirma Claudio Contador, diretor do CPES e coordenador do evento.

O seminário é gratuito e está marcado para 12 de novembro, das 18h30 às 20h30, no Rio de Janeiro (RJ). As inscrições devem ser feitas aqui, onde estão disponíveis mais informações. O auditório da Escola fica na Rua Senador Dantas, nº 74, 4º andar, no Centro.

Sobre o CEPAR. O CEPAR destina-se a ser um laboratório de estudos e pesquisa aplicados à análise, mensuração, gestão, modelagem e monitoramento de risco, relacionados aos diversos segmentos empresariais, sendo, na sua área de atuação, um dos pioneiros no Estado do Rio de Janeiro e no Brasil.

Outras Notícias