CPES estuda avanços desde abertura do resseguro

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   10 de Março de 2016

Com o objetivo de avaliar a influência do resseguro no faturamento de prêmios de seguros, a relação causal entre a oferta dos dois e o papel das resseguradoras locais no desenvolvimento do mercado nacional, o Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros, lançou a pesquisa “Seguro e Resseguro: Interdependência e Causalidade Pós-abertura”.

Diretor do CPES e um dos coordenadores do estudo, Claudio Contador submeteu o trabalho, elaborado em janeiro deste ano, à avaliação de um grupo de especialistas durante workshop, que aconteceu na última quinta-feira, 3 de março, na sede da Escola, no Rio de Janeiro (RJ).

Participaram do encontro os analistas da Susep e membros do Centro de Pesquisas Aplicadas em Risco da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (CEPAR/UERJ), César Neves, Eduardo Fraga e William Lima Neto; Sandro Leal Alves, gerente geral da FenaSaúde; Camila Avozani, membro do Núcleo de Estudos e Projetos da CNseg.

A reunião também contou com a presença dos professores da Escola Luiz Antonio Nunes da Silva e Roberto Castro, conselheiro da Revista Brasileira de Risco e Seguro; Lauro Faria e Carlos Percy, coordenador e membro do portal Tudo Sobre Seguros, respectivamente; e a equipe do CPES, Natália Oliveira (coordenadora), Christiane Sonoki e Caroline Rodrigues.

“A abertura do resseguro em 2007/2008 foi uma mudança radical no mercado de seguro no Brasil, com impactos positivos que estão apenas começando. Os resultados abrem um próspero caminho para novas pesquisas, e neste sentido o trabalho pode ser considerado pioneiro”, relata a pesquisa.

O workshop será realizado também em São Paulo (SP), no dia 28 de abril. O estudo será atualizado com as contribuições de outros especialistas e estará disponível para consulta e download a partir de abril, quando será lançado o site do CPES.

Outras Notícias