Escola presente na 7ª Conseguro

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   21 de Setembro de 2015

Com o tema “A Evolução do Mercado Segurador”, a 7ª Conferência Brasileira de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (Conseguro), evento organizado pela CNseg e patrocinado pela Escola, reuniu mais de 800 pessoas no complexo World Trade Center, em São Paulo (SP).

A Escola esteve presente com seu corpo diretor, formado pelo presidente Robert Bittar e pelos diretores Renato Campos (Executivo), Maria Helena Monteiro (Ensino Técnico) e Mario Pinto (Ensino Superior), além das superintendentes Carla Pieroni (Comunicação e Marketing) e Paola Casado (Administrativo-Financeira).

A Instituição também contou com um estande onde os congressistas da Conseguro puderam participar de um quiz e testar seus conhecimentos sobre os temas que farão parte da prova de Certificação Profissional CNseg (CPC).

Para Bittar, o desenvolvimento e a consolidação da indústria de seguros são alcançados somente através da qualificação. “O mercado brasileiro tem avançado muito e a participação da Escola tem sido elogiada e reconhecida por todos, mas sabemos que ainda há muito mais espaço para crescer e estamos trabalhando para isso”, disse em entrevista ao Acontece.

“É possível perceber, nos pronunciamentos das lideranças do setor, a atenção voltada para o desenvolvimento através do conhecimento e do treinamento, ressaltando que esse é o caminho para o mercado de seguros melhor se inserir perante a sociedade e conquistar cada vez mais a sua confiança”, afirmou Bittar.

A cerimônia de abertura aconteceu na última terça-feira, 15, com as participações de Jaime Mariz, secretário de Políticas de Previdência Complementar do Ministério da Previdência Social, Roberto Westenberger, superintendente da Susep, na ocasião representando o Ministro da Fazenda Joaquim Levy, José Carlos Abrahão, titular da ANS, e os presidentes Marco Antonio Rossi (CNseg), Paulo Marraccini (FenSeg), Osvaldo do Nascimento (FenaPrevi), Marcio Coriolano (FenaSaúde), Marco Barros (FenaCap) e Armando Vergilio dos Santos Júnior (Fenacor).

Otimismo. Segundo Rossi, embora o Brasil viva um período de dificuldades, o mercado de seguros segue em ritmo contrário. “Existem boas razões para essa postura de realismo positivo. No primeiro trimestre de 2015, por exemplo, o setor como um todo cresceu nada menos que 13,8%, em comparação ao mesmo período de 2014”, divulgou.

“Em junho último, as provisões técnicas do setor chegaram ao expressivo e impressionante número de R$ 630 bilhões, aplicados em sua maior parte em títulos públicos. Essas provisões constituem poupança de longo prazo e contribuem significativamente para a economia do País”, garantiu o presidente da CNseg.

O mercado também retornou à sociedade, sob a forma de indenizações, benefícios de previdência e resgates de capitalização o equivalente a R$ 207 bilhões. “A nossa direção é, efetivamente, para frente e o mercado tem demonstrado estar preparado para fazer isso nos próximos anos”, destacou o executivo.

Rossi lembrou, ainda, alguns projetos realizados pela atual diretoria da Confederação, como a criação da Certificação Profissional CNseg (CPC), em parceria com a Escola. “A CPC se dirige à avaliação do conhecimento dos profissionais do mercado, em todos os aspectos, reforçando o compromisso do mercado de seguros em preparar melhor os seus executivos”, declarou. Veja aqui as fotos.

Outras Notícias