Gerenciamento de riscos é capa da nova Cadernos de Seguro

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   5 de Julho de 2013

De que forma tragédias como as que aconteceram na boate Kiss, em Santa Maria (RS), e no entorno da transportadora Petrogold, em Duque de Caxias (RJ), poderiam ser evitadas é o tema de capa da nova edição da revista Cadernos de Seguro. Os especialistas em gerenciamento de riscos Gustavo Mello e Moacyr Duarte explicam o papel de empresários e de seguradoras em situações como essas.

A edição traz, ainda, comentários do jurista Ricardo Bechara sobre o Projeto de Lei 3.555, de 2004, e seu substitutivo, que estabelecem normas gerais em contratos de seguro privado, incluindo o resseguro, e revogam dispositivos legais sobre seguro. O também advogado, Bernardo Bichara defende em seu artigo a adoção do “paternalismo libertário” como um novo paradigma regulatório do mercado securitário.

Lucio Antonio Marques, diretor da Previsul Seguradora, explica como os avanços tecnológicos influenciam a distribuição de produtos. As advogadas Angélica Carlini e Maria Stella Gregori apontam as questões de direito do consumidor aplicáveis ao mercado de seguros. O advogado Daniel Schmitt discorre sobre a mudança no Decreto-Lei 73, de 1966, que pune a pessoa física fomentadora de práticas irregulares e não mais a pessoa jurídica.

Informações sobre como adquirir a revista podem ser obtidas através do e-mail publicação@funenseg.org.br.

Outras Notícias