Mercado investe em formação de equipes de ouvidorias

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   10 de Fevereiro de 2015

Desde 2013, dispor de ouvidorias tornou-se obrigatório para todas as seguradoras, entidades de previdência privada, sociedades de capitalização e operadoras de planos de saúde, conforme determinado pelas Resoluções CNSP nº 279 e ANS nº 323. Dentre as exigências da nova legislação, as empresas devem designar o ouvidor perante os órgãos reguladores de cada segmento, profissional que não poderá acumular outro cargo na companhia.   

Diante desse novo cenário, a Escola desenvolveu, com apoio da Comissão de Ouvidoria da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), a Formação de Analista de Ouvidoria, atualmente com inscrições abertas em Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Na capital federal, o curso será ministrado pela primeira vez.

Para o presidente da Comissão da CNseg, Silas Rivelle, essa Formação tem o diferencial de focar o setor de seguros. “Ainda que existam ótimos cursos de capacitação e certificação no mercado, optamos pela criação de um exclusivo. Na maioria dos cursos disponíveis há uma visão muito ampla”, afirmou, em entrevista ao site da Confederação.

Silas, que também é advogado e ouvidor da Seguros Unimed, é um dos docentes confirmados na capital paulista, que terá, ainda, os membros da Comissão da CNseg, Assizio Oliveira, presidente da Comissão de Controles Internos da CNseg e ouvidor independente, e Márcia Lagrotta, ouvidora da Mongeral Aegon. Em Brasília, as aulas caberão a Andréa de Albuquerque Barroso, da Comissão da CNseg e ouvidora do Sindicato das Entidades Abertas de Previdência Complementar (Sinapp), e Gilberto Fonseca, ouvidor do Grupo D´Or e idealizador do curso.

Andréa e Gilberto também irão lecionar na capital fluminense, onde o curso contará, ainda, com a advogada Stael Freire, coordenadora de Demandas Institucionais da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. A Formação de Analista de Ouvidoria tem investimento de R$ 650,00 e aulas com início em março ou abril, dependendo da cidade. Mais informações estão disponíveis no aqui

Outras Notícias