Mesa-redonda levantou debate sobre gerência de riscos

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   10 de Outubro de 2013

Especialistas em gerenciamento de riscos estiveram reunidos na noite da última segunda-feira, 7 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ) para debater a necessidade de se reduzir os níveis de incertezas nas organizações a fim de permitir decisões estratégicas em cenários de constantes mudanças.

Carlos Camargo, gerente de Risco e Segurança da Mills, um dos maiores prestadores de serviços especializados de engenharia do Brasil, acredita que falta aos investidores a compreensão de que o gerenciamento de riscos faz parte do negócio. Segundo ele, mesmo com grandes acidentes, como o que aconteceu há três anos com a plataforma da British Petroleum no Golfo do México, não foram capazes de trazer a cultura da prevenção para dentro das empresas. “Nada mudou em Wall Street após o acidente da BP. O risco continua lá e a forma de avaliá-lo permanece a mesma”, afirmou.

O consultor e ex-presidente da Associação Brasileira de Prevenção a Acidentes (ABPA), Carlos Coutinho, enfatizou a necessidade de os funcionários participarem do processo de gerenciamento de riscos. “É preciso envolver as pessoas, qualificá-las e mantê-las nas organizações”, afirmou. De acordo com o especialista, também falta o mapeamento e a compreensão do processo produtivo. “As coisas acontecem nas empresas e nós não conseguimos detectar, mas um simples check-list nos ajudaria a identificar as funções e disfunções do processo”.

Já o economista e corretor Gustavo Mello, sócio da Correcta Seguros, destacou a assimetria das informações com as quais o mercado de seguros trabalha. Segundo ele, embora tenhamos acesso hoje a uma grande quantidade de informações, elas não são suficientes para a subscrição adequada. Jaime Kalsing, ex-presidente da Brasil Saúde e da Aliança do Brasil, ressaltou a dificuldade de gerenciar o risco humano, mesmo quando há auditoria, rating alto, fiscalização e outras ferramentas de controle.

O encontro marcou o lançamento do MBA em Gerência de Riscos, com matrículas abertas no Rio de Janeiro e início em 22 de outubro, e contou com a mediação de Sergio Ricardo de Magalhães Souza, coordenador do curso. Estiveram presentes, o diretor acadêmico da Escola, Claudio Contador, e a gerente de Planejamento, Desenvolvimento e Parcerias, Maria Luiza Martins. Mais informações sobre o curso estão disponíveis no www.esns.org.br. Confira aqui as fotos!

Outras Notícias