Programa capacitou microempreendedores no Rio de Janeiro

Voltar
A+
A-

Por Coordenadoria de Comunicação Social   |   14 de Janeiro de 2016

O programa de responsabilidade social Ressignificando o Futuro, mantido pelo Escritório Modelo de Administração (EMA), da Graduação, qualificou 24 microempreendedores atendidos pela Incubadora Afro-brasileira, pela Associação ModaFusion e pela Casa Geração Vidigal. Eles foram capacitados para aplicar o modelo Canvas na gestão de seus negócios, tornando-os mais inovadores e rentáveis.

A formatura aconteceu no dia 18 de dezembro, no auditório da Escola, no Rio de Janeiro (RJ). Na ocasião, 17 alunos expuseram seus trabalhos, distribuídos entre confecção de roupas, acessórios e produtos de beleza, produção alimentícia e serviços elétricos, de turismo e de reformas.

“Fico muito contente e emocionado quando vejo uma ação educacional como a desenvolvida pelo programa Ressignificando o Futuro, que tem um potencial revolucionário imenso para transformar o dia a dia de cada empreendedor e de sua comunidade, com consequências positivas infinitas”, afirmou, no evento, o diretor de Ensino Superior da Escola, Mario Pinto.

Pela Escola, também estiveram presentes o coordenador da Graduação em Administração no Rio de Janeiro, José Varanda, e a idealizadora do projeto, Leonor Chaves. Pela Incubadora Afro-brasileira, compareceram o fundador Giovanni Harvey, ex-secretário executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, e a diretora executiva Marcia Ferreira.

“Fui aluno da Escola, que me propiciou condições para alcançar o êxito profissional. Fico muito orgulhoso que ela, hoje abra suas portas e se dedique a outras pessoas, oferecendo o que nós, da Incubadora Afro-brasileira, não teríamos condições. O nosso papel é, na verdade, possibilitar essa conexão com quem efetivamente pode ajudá-los a ir adiante”, disse Harvey.

Também prestigiaram a cerimônia, os representantes da Organização das Nações Unidas (ONU), Francisco Filho, assessor de Comunicação do Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), Sonia Luz e Indika Gunawardana, da Rede Internacional para o Desenvolvimento da Capacidade de Gestão Sustentável da Água.

Consultoria. Os três alunos com melhor desempenho durante o curso de capacitação foram contemplados com consultoria gratuita do EMA, formado por professores e alunos do sétimo e oitavo períodos da Graduação em Administração no Rio de Janeiro.

Outras Notícias