ESCOLA NACIONAL DE SEGUROS

ACESSO

  • Home
  • / Notícias
  • / Programa social da Escola beneficia deficientes visuais

04/01/2017 18h25

Programa social da Escola beneficia deficientes visuais

Hoje, 4 de janeiro, é data de nascimento de Louis Braille, criador do sistema de leitura e escrita que se tornou indispensável para formação e alfabetização de deficientes visuais. Segundo o vice-presidente da Federação Nacional de Cegos dos EUA, Dr. Fredric K. Schroeder, há um dado alarmante: “90% das crianças cegas estão crescendo sem saber ler e escrever, pois as novas ferramentas possibilitam um tipo passivo de leitura. Ao contrário do braille, que permite uma leitura mais ativa, onde o cérebro absorve as letras, a pontuação, a estrutura do texto e outros aspectos”.

Criado pela Escola Nacional de Seguros em 2007, o programa Asas para Voar consiste na doação de livros infantojuvenis para bibliotecas ou salas de leitura de escolas da rede pública de ensino, atrelada ao desenvolvimento de atividades extracurriculares para os alunos, a fim de estimular o hábito da leitura e democratizar o acesso ao conhecimento e à cultura.

Desde o ano passado, o programa passou a mapear alunos inclusivos das escolas beneficiadas, para acrescentar livros em braille, fonte ampliada e audiolivros. Das quatro escolas beneficiadas em 2016 pelo Asas para Voar, uma possuía alunos e professor com deficiência visual: o Centro de Educação Municipal Profª. Maria Martins e Lourenço, de Votuporanga (SP).

A escola do interior de São Paulo atende a mais de 300 alunos, dois deles com baixa acuidade visual e cegueira, e possui turma especial conduzida por professora cega. Dos mais de 160 livros doados pelo programa, cerca de 20 foram em braille, áudio ou fonte ampliada. Os temas abrangeram literatura infantil e adulta, questões técnicas do dia a dia de deficientes visuais e processo inclusivo.

“O papel de uma instituição de ensino como a nossa vai muito além dos programas de ensino tradicionais. Temos que estar sempre buscando novos mecanismos e ferramentas que promovam o bem-estar e proporcionem maior qualidade de vida à sociedade”, esclarece Carla Pieroni, superintendente de Comunicação e Marketing e responsável pela área de Responsabilidade Social da Escola Nacional de Seguros.

Para 2017, a Instituição já recebeu indicação de oito instituições de ensino para serem contempladas pelo Asas para Voar. As entidades são do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Aracaju (SE) e Blumenau (SC). “Temos um carinho especial por esse projeto, que ajuda a formar cidadãos mais conscientes e bem informados”, conclui Carla.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social

RODAPÉ

© Copyright Escola Nacional de Seguros (1996-2017) - Todos os direitos reservados